10 dicas para um marketing eficaz na sua Igreja

Quando a igreja cresce, é necessário investir tempo em comunicação e estar presente no ambiente virtual.

Assim, é comum que se acumule dados das pessoas que estão participando, sendo chamado gestão de membros.

É através desse gerenciamento que surgem dados com potencial para divulgar novas ações da Igreja ou informações necessárias.

Com os aplicativos desenvolvidos pela InPeace, todo administrador possui acesso a um dashboard repleto de informações.

Relatórios e Métricas

Nele, é possível coletar dados e ter em mãos relatórios dos mais diversos tipos. Através desses relatórios, a igreja consegue montar um plano de ação para utilizar estratégias de Marketing a favor da comunidade.

O Marketing nada mais é que explorar, criar e entregar valor para atender as demandas de um determinado público.

Seu objetivo é identificar os desejos e gerar alguma espécie de valor que seja criado para o relacionamento com as pessoas. 

Atuar com ações de marketing digital para igrejas pode ser umas das melhores maneiras de evangelizar e atrair novos fiéis para sua congregação.

As igrejas podem e devem trabalhar com marketing digital com foco na disseminação de sua mensagem, compartilhamento de conteúdo relevante e evangelização.

Benefícios do marketing digital 

O marketing digital está crescendo cada vez mais devido à sua eficácia em atingir e engajar com o público através de meios acessíveis.

Literalmente, o público possui, na palma da mão, infinitas possibilidades que guiam suas escolhas.

A Igreja que investe em um bom marketing digital, está garantindo uma maior visibilidade na internet. Afinal, é através dos mecanismos de buscas que a maior parte das pessoas procura informações de maneira prática.

Um bom investimento em SEO (Search Engine Optimization ou, traduzindo para o português, Otimização para motores de busca), pode contribuir para que a sua Igreja apareça nas primeiras páginas de pesquisa.

Além disso, outro benefício é a criação de um canal de comunicação direta com o público. No meio digital é possível saber exatamente com que está falando e, ainda, criar campanhas de marketing segmentadas com filtros precisos.

Dessa forma, sua mensagem será entregue para as pessoas que, possivelmente, terão interesse em sua Igreja e os assuntos abordados por ela.

O marketing digital também permite que sua Igreja tenha uma presença online consistente e, com isso, possui grandes chances de se tornar uma referência, seja através de um blog, site ou mídias sociais.

Por último, o maior benefício de todos, é que sua Igreja poderá ter um relacionamento mais estreito com a comunidade.

Afinal, diversos canais podem ser utilizados para interagir com o seu público. Dessa forma, é possível conversar mais ainda com os membros para entender melhor as necessidades, e também ajustar soluções sobre possíveis pontos negativos. 

Dicas de Marketing para sua Igreja

10 dicas para um marketing eficaz

  1. Esteja presente nas redes sociais

Comece pelo básico! Sua Igreja precisa ter presença online. Seja no Facebook, Instagram, Youtube, Pinterest… o importante é ela fazer sentido para sua Igreja e para a mensagem que vocês desejam propagar.

Crie avatar e capas personalizadas e, claro, atualize suas redes sociais constantemente.

  1. Monte um plano de marketing que seja prático

O planejamento estratégico é fundamental para o marketing e não pode ser deixado de lado. Um bom começo é fazer uma análise através da Matriz SWOT para descobrir e deixar claro os fatores positivos e negativos da sua Igreja.

Dessa forma, tudo que pode ser melhorado e aprimorado poderá ser visto de forma ampla.

Através disso fica muito fácil uma tomada de decisão para saber exatamente no que e como direcionar os esforços.

  1. Marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo é voltado para criar uma imagem de referência. Através dele é possível mostrar o que a sua Igreja tem de diferente e como ela pode se tornar um referencial.

Todo texto produzido, material ou qualquer outra ação deve ser voltada para construir uma imagem de referência. 

  1. Adapte seu conteúdo para nova geração

Os jovens são o futuro da Igreja, não é mesmo? Pensando nisso, é importante criar conteúdos que possam abordá-los de forma autêntica e espontânea. 

Gere conteúdos que façam sentido para eles. Apresente conteúdos criativos, em diferentes plataformas e ofereça sempre um espaço para interação.

  1. Invista no YouTube

A plataforma do YouTube tem crescido cada vez mais. Uma forma excelente de produzir conteúdos são os chamados “Webinar”. Funciona assim: você pode convidar alguém, seja sozinho ou com outras pessoas, e fala sobre assuntos relevantes para o seu público alvo.

Invista no seu canal de Youtube

Além disso, o YouTube também conta com o SEO, ou seja, aquele mecanismo para otimizar as buscas que pode colocar o conteúdo da sua Igreja nas primeiras páginas.

  1. Dê voz ao público

Dar voz e visibilidade ao seu público é uma das dicas de marketing mais simples e eficientes que existem. Mostre que você se preocupa e se importa com o que os membros da sua Igreja pensam.

Por isso, é importante ficar de olho em suas redes sociais para acompanhar o que os membros estão comentando e se estão satisfeitos com as propostas da sua Igreja.

É através desse feedback que conseguimos atingir um marketing que faça sentido para a comunidade.

  1. Incentive o compartilhamento

Além de dar voz e vez aos pensamentos dos membros, é importante estimular que eles compartilhem e comentem tudo que está sendo postado em suas redes sociais.

Essas são as principais formas gratuitas de fazer seu conteúdo chegar até mais pessoas.

Entre postagens e memes, dentro de limite, claro, faça questionamentos e incentive a interação. Tudo no marketing funciona na base dos testes. É preciso acompanhar os testes para ver qual se adequa melhor ao seu público.

  1. E-mails marketing

O e-mail marketing é uma das principais ferramentas para se comunicar com os membros de uma comunidade.

Através dele, é possível divulgar informações, novidades, eventos, abertura de novos ministérios e vários outros assuntos.

Utiliza plataformas de automação para criar segmentações de acordo com o perfil do seu público e monitore o desempenho de seus disparos para monitorar e ajustar sua estratégia.

  1. Marque presença em eventos

Eventos são excelentes oportunidades para aumentar a sua rede de membros.

Há diversos empreendedores que estão interessados em fazer parcerias e, seja com um estande, patrocínio ou uma apresentação para mostrar sua Igreja, esta é uma porta de entrada para estender o seu marketing.

  1.  Invista na tecnologia

A tecnologia pode ser uma grande aliada! Ela fará que todas essas dicas tragam os melhores resultados para a sua Igreja. 

Seja através de um aplicativo, site, chatbot ou com as redes sociais: é através da tecnologia que as metas e objetivos do marketing da sua Igreja podem ser atingidos da melhor forma.

O planejamento de marketing deve ser constante. Fique sempre ligado às tendências do mercado, assim, sua Igreja estará sempre à frente!

Leave a Reply