Como produzir um podcast para sua Igreja em 8 passos

podcast para igreja

Uma excelente forma de produzir conteúdo para sua Igreja, é através do Podcast. Separamos 8 passos para te ajudar.

O podcast é um material entregue na forma de áudio, muito semelhante a um rádio.

A diferença entre os dois é que o podcast fica disponível para que o consumidor consiga escutar quando quiser, ou seja, você não precisa esperar, afinal, não é como um programa ao vivo na rádio.

Além disso, o conteúdo também é criado sob demanda.

Muitos dizem que os podcasts têm como base o conceito de audio marketing, que é uma alternativa que se propõe a levar informação ao público em formato de áudio.

Essa é uma estratégia que vem ganhando cada vez mais força, pois muitas pessoas não têm tempo ou até mesmo paciência para ler posts, e-books ou assistir vídeos. 

Esse tipo de conteúdo tem cada vez mais fãs e simpatizantes, por ser algo prático, que pode ser ouvido a qualquer hora do dia.

Aproveitando esse cenário, surge a oportunidade de imergir em mais um formato para entregar conteúdo de qualidade ao seu público.

Pensando nisso, preparamos algumas dicas para te ajudar. Aqui você vai entender que para fazer um podcast, você vai precisar:

  • Definir um Tema
  • Escolher um nome
  • Fazer um roteiro
  • Separar equipamentos
  • Preparar a voz
  • Gravar
  • Editar
  • Publicar

Como produzir um podcast

1. Defina um tema

Antes de começar a gravar o seu podcast, é importante definir um tema e um formato ideal.

Para isso, você tem que ficar de olho no seu público e pensar no que eles gostariam de ouvir.

Separamos algumas perguntas para auxiliar neste processo de escolha:

  • O podcast será individual ou uma conversa com outras pessoas?
  • Sobre quais assuntos quero falar?
  • Outras pessoas já falam sobre isso?
  • Qual será a duração do podcast?
  • Com qual frequência ele será produzido e publicado?

2. Escolha um nome

Esse é um momento importante. O nome do seu podcast deve ser relacionado com a temática escolhida, de forma que ele fique na cabeça das pessoas.

Dessa forma, o seu nome será gravado e sempre será lembrado entre seu público.

A ideia de um nome relacionado com a temática escolhida é para que o seu público já tenha uma noção do que será abordado no podcast.

Assim, fica mais fácil até para outras pessoas, que talvez não sejam do seu público mas que tenham interesse na temática, encontrar o seu podcast nas plataformas ou mecanismos de busca.

3. Faça um roteiro

Depois de decidido o tema, é importante fazer um planejamento junto às pessoas envolvidas na gravação, caso tenha optado por um programa com mais pessoas. É importante ter um roteiro para guiar seu podcast.

Assim como na produção de qualquer outro formato de mídia, o podcast também requer um roteiro em mãos, pois, é o que te orienta na hora da gravação. 

O roteiro serve como um guia para o seu trabalho, mas, no entanto, ele não deve ser engessado e nem lido o tempo inteiro.

O mais legal do formato podcast é a espontaneidade, então, por mais que seja interessante fazer um roteiro, isso não significa ficar preso a ele.

Confira alguns tópicos que você pode adicionar ao seu roteiro:

  • Vinheta de início
  • Apresentação dos locutores
  • Apresentação do tema do podcast
  • Introdução
  • Avisos iniciais
  • Discussão sobre o assunto em questão
  • Vinhetas rápidas de transição
  • Encerramento

4. Equipamentos

Com tudo alinhado, é hora de preparar os equipamentos. Não é necessário equipamentos mega sofisticados para começar a gravar um podcast.

É possível gravar um bom programa com:

  • Celular ou computador
  • Acesso à internet
  • Um lugar tranquilo para gravar

Claro que, se você estiver disposto a gastar um pouco mais, é possível investir em mesa de som, microfones profissionais e ambientes acústicos, por exemplo.

Mas, não são detalhes essenciais para começar um podcast.

5. Prepare a voz

Aquecer a voz é um procedimento fundamental para gravar o seu podcast. Para isso, você pode movimentar sua boca, abrindo e fechando de forma exagerada.

Dessa forma, você estará mexendo o máximo de músculos que puder no seu rosto.

Também é importante alongar o pescoço em movimentos circulares e falar palavras simples de maneira exagerada para ajudar na articulação das palavras.

Outra sugestão é optar por tomar sucos cítricos ou comer uma maçã antes da gravação, pois são alimentos que limpam a garganta e deixam a voz sem rouquidão. 

Acredite, são pequenas coisas que fazem grandes diferenças.

6. Gravação

Certifique-se que você estará em um lugar tranquilo e sem grandes ruídos, para que não atrapalhe no momento da gravação.

Comece lendo seu roteiro em voz alta até que se sinta confortável para começar.

Enquanto estiver preparando sua voz, lembre-se de gravar alguns arquivos de teste pois, dessa forma, você consegue melhorar algumas palavras ou entonações que não tenha gostado muito.

Ah, e nada de se preocupar se achar sua voz muito estranha. Já que escutamos nossa voz somente dentro da nossa cabeça, é normal achar ela estranha quando a escutamos em alguma gravação.

Foque em descobrir se há alguma rouquidão ou ruído aparecendo no fundo da gravação. Este é o momento para acertar todos os detalhes.

7. Edição

Essa etapa pode ser desafiadora para quem nunca trabalhou de alguma forma com edição.

Mas temos uma boa notícia: os podcasts, geralmente, não requerem muitas alterações.

Primeiro, tenha certeza de que você salvou uma cópia dos arquivos de áudio da gravação original.

Isso vai te resguardar de qualquer problema durante o processo de edição. 

Recomendamos o app da Anchor.fm para fazer edição, ele é muito intuitivo e fácil de usar.

A InPeace, inclusive, possui uma parceria com eles para auxiliar na produção, edição e distribuição dos podcasts nos nossos aplicativos.

Na edição, fique atento a ruídos que possam ter aparecido nos intervalos entre as falas.

Dessa forma, você garante que terá a melhor versão possível da gravação para usar no seu podcast.

8. Publique seu podcast

A publicação do seu podcast pode ser feita em agregadores ou em plataformas de streaming. 

Para publicar em um agregador, é necessário escolher um aplicativo para hospedar e ter um feed RSS – formato que distribui informações na internet em tempo real -, para ser lido por esses aplicativos. Um exemplo é o SoundCloud.

Já para publicar em uma plataforma de streaming, como o Spotify, é necessário ter hospedado seu podcast em um aplicativo e não somente enviar o feed RSS.

Basta subir o arquivo que já está hospedado e aguardar para ele ficar público com um prazo de 2 a 5 dias.

Outra opção é utilizar o Anchor.fm para essa distribuição. A parceria da InPeace com a Anchor.fm, permite que com poucos toques na tela do celular, seu podcast seja disparado para várias plataformas, como Radio Public, Google Podcasts, Spotify, Breaker, Stitcher e Pocketcasts.


InPeace App - O Aplicativo da sua Igreja

Gostou e quer saber mais? Entre em contato conosco. O InPeace App é uma ferramenta para Igrejas. Clique aqui e solicite um orçamento.

Leave a Reply